sábado, 22 de outubro de 2011

Leve brisa, suave..
Percorre o quarto até ao canto onde me encontro
Suave brisa esta que me enche o coração
O teu perfume, olho...
E aqui estás tu,
Mesmo que  não passe de imaginação
Nenhum sentimento é real sem antes ser imaginado...

SC*

Sem comentários: